TRADUTOR DE IDIOMAS

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Leia agora o comentário mais recente do Blog Diário da Mãe de um Anjo.

sexta-feira, 9 de maio de 2014

DIA DAS MÃES - 05 ANOS SEM MEU ANJO - 05 ANOS SEM SER CHAMADA DE MAMÃE

 
 
Dia das mães, para tantas mães um dia tão feliz, onde os filhos correm para os braços de sua mãe levando uma flor ou uma lembrancinha e diz o quanto esta mãe é amada por eles. Mas para as mães que perderam seus filhos, é o dia mais triste do ano, a saudade aperta, e a gente se sente tão impotente por não ter conseguido salvar nossos filhos, para uma mãe a nossa obrigação é protegê-lo até o resto de nossa  vida, e ele partir antes de nós, significa que falhamos. Com certeza é um pensamento irracional, mas aceitar a morte de um filho não dá. Sei que meu filho cumpriu o tempo dele, que hoje ele é um anjo, e que eu o amo e vou amar por toda minha vida. Meu filho, obrigada meu amor por 12 anos que eu fui chamada de mamãe, por ter me feito a mãe mais orgulhosa do mundo por ter um filho tão especial quanto você.  Parabéns a todas as mães do Brasil e em especial a minha mãe que me faz muita falta, sinto falta de seus carinhos e de suas palavras carinhosas mãe. Te amo minha mãezinha querida.
 






13 comentários:

Anônimo disse...

Oi Ivonete,é a mãe do Vinícius,de fato é muito triste, somente DEUS para entender o propósito de tudo isso e nos dar forças para continuarmos, pois a saudade aperta e dói muito, muito mesmo, continue acreditando em DEUS , um dia estaremos todos juntos, um forte forte abraço.

Anônimo disse...

MINHA QUERIDA AMIGA ESTOU SENTINDO A MESMA DOR POIS PERDI UM FILHO LINDO E MARAVILHOSO IA FAZER 23 ANOS 28 DE MAIO VOU PEDI PARA ELE LA CEU CUIDAR DO LINDO FILHO FICA EM PAZ GUANDO A DOR APERTAR COLEQUE UM ROSARIO NO SEU PULSO VOCE NAO IMAGINA FORÇA QUE NOS DA UM BEIJO NO SEU CORAÇAO FIQUE EM PAZ JESUS TE AMA CONTINUA SUA MISSAO AQUI NA TERRA UM DIA DEUS VAI PERMITIR QUE A GENTE VAI ENCONTRAR NOSSO ANJOS BEIJOS .

Ricardo disse...

Saudade e esperança

" Tudo começou num dia claro de primavera, quando a brisa fresca da manhã espalhava suave perfume de flores no ar.

Voltei da maternidade carregando nos braços aquele pequeno tesouro com que Deus me havia presenteado.

Vê-lo crescer e observar cada gracinha da sua meiguice, era a maior felicidade que uma mãe pode esperar.

Os meses se somaram e se transformaram em anos...

E aqueles dois olhos azuis pareciam duas pedras preciosas engastadas num rosto angelical, observando tudo com atenção e vivacidade.

À medida que o tempo passava, mais se apertavam os laços do afeto... Mais se solidificava o amor...

Os meses pareciam horas, embalados pelos risos e a algazarra daquele ser singular.

Todavia, a vida nos reserva emoções das quais nem suspeitamos...

Era uma tarde de verão e o vento morno soprava, espalhando no ar um estranho sentimento de tristeza.

O pequeno se queixou de dor de cabeça e em meu coração senti profundo amargor...

O médico diagnosticou câncer...

Tive a sensação de que o chão havia sumido de sob os meus pés. Um aperto no coração me tomou de assalto e eu perdi os sentidos.

Voltando à realidade, muni-me de coragem para enfrentar a situação daquele momento amargo.

Ele estava ali, numa súplica silenciosa para que eu o ajudasse. E foi o que eu fiz, com a ajuda de Deus.

Os tratamentos eram cruéis...

As horas pareciam anos, arrastados pelos gemidos de dor...

Aqueles dois olhos perdiam o brilho a cada segundo...

E, por fim, a vida se extinguiu como uma chama que se apaga...

...era um dia de inverno e o vento soprava sem piedade... Trazendo consigo o manto escuro da morte...

Naquela tarde eu depositei seu corpinho imóvel na laje fria do túmulo...

De braços vazios e coração dilacerado, tive vontade de agarrar-me ao pequeno esquife para não deixá-lo sozinho, mas uma força estranha me conteve...

Lembrei que muitas mães já haviam partido para o Além e roguei para que elas amparassem meu anjinho...

Lembrei-me também que há muitos pequeninos órfãos deste lado da vida e fui ao encontro deles para preencher o vazio da minha alma...

Achei-os relegados à própria sorte e os envolvi em meus braços... Amei-os como se meus filhos fossem...

Os anos rolaram... A saudade se transformou em esperança...

Esperança de reencontrar aquele anjo que Deus me emprestou para valorizar meus dias e abrir em meu coração espaço para um sentimento maior, capaz de amar em cada filho alheio, meu próprio filho.

Essa é a minha mensagem de amor e esperança para todas as mães que já sentiram o amargo sabor da separação...

* * *

A história dessa mãe anônima talvez se pareça com a de tantas outras mães, variando apenas em algumas nuanças.

E é por isso que nós a narramos, com intuito de mostrar que, mesmo num momento difícil, podemos optar pela resignação ao invés da revolta, pela confiança ou invés do desespero, pelo amor, ao invés do ódio.

Diante dos entes queridos mortos, recordemos Jesus, triunfante depois da morte, retornando em incomparável manifestação de imortalidade gloriosa, vencedor das sombras e das dores...

Redação do Momento Espírita.
Em 06.08.2009.. "

Monyse Mendonca disse...

Não tenho palavras p/ falar p vc Ivonete....imaginoo a saudaade q sente do seu filho Gabriel, uma saudaade sem fim.Te desejo força, saude e q Deus todo poderoso te dê o conforto necessário nesse momento de tanta saudaade...

Anônimo disse...

Deus te abençoe!

Cakamei disse...

Ivonete com vc está? Tenho torcido tanto por vc. Sempre leio o seu blog. Tenho taanto que compartilhar. Um gde beijo Néia

Anônimo disse...

Oi Ivonete, sou Raimunda e quando se perde um filho buscamos todos os meios para nos confortar, e uma das formas que encontrei foi buscando na internet mães que também estejam passando por esse tormento, e encontrei vc, perdi meu filho dia 28 d fevereiro.

Anônimo disse...

Sou eu novamente, Raimunda, sou mãe do Caique Matheus, meu filho tinha 19 anos e no dia 28 de fevereiro, sua vida foi interrompida causada por um acidente, naquele dia minha vida também acabou, mas eu ainda tenho dois filhos, e preciso viver para que meus filhos também vivam,sou católica e rezo muito entrego meu filho nas mãos do Senhor todos os dias,´pois hoje eu tenho certeza que é a única coisa que posso fazer pelo meu Caique, acredite nossa dor não terá fim, mas com Deus suportamos, um abraço de uma mãe de um anjo.

Eveline Carvalho disse...

Raimunda, querida você está no caminho certo. Continue fortalecendo sua fé. Entre em "www.ielnossoanjo.blogspot.com.br". Vai ajudar.
beijo, fique com Deus

Anônimo disse...

Também meu anjo se foi, tinha apenas 16 anos, vítima de um aneurisma cerebral, nunca reclamou de nada, nem sabíamos o que era isso e de repente uma forte dor de cabeça levou meu filho a ter convulsões,corri tanto até chegar ao hospital mais próximo até que veio a pior notícia do mundo e que nenhuma mãe quer acreditar, simplesmente do nada meu filho foi embora para sempre e agora tenho que caminhar sozinha. ah meu Deus me ajude por favor é muito doloroso, a tristeza é mais do que profunda é inevitável passar um dia sem chorar, eu te amo meu filho você é tudo para mim, assim como meu filho se foi e agora ele Vinícius que está com Deus , peço a todos em suas orações para ajudarem as mães que sofrem diante de tamanha dor.

Anônimo disse...

BOM DIA , COMO VC ESTÁ , IVONETE?

ana gorete paiva disse...

perdi a minha filha faz 2 anos e 5 meses mais cada dia que passa a saudade fica pior

Anônimo disse...

Ivonete eu sei mto bem o que vc sente e sei que nao existe dor pior no mundo do que essa perdi de 1 ano e 9 meses em abril doi como se fosse hj. Deus te fortaleca

Postar um comentário