TRADUTOR DE IDIOMAS

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Leia agora o comentário mais recente do Blog Diário da Mãe de um Anjo.

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

FINADOS EM BONITO - UMA LIÇÃO QUE APRENDI


Olá, resolvi passar finados em Bonito com umas 50 pessoas da família do meu primo, achei que estar no meio da natureza me faria bem, estava tendo muitas crises de choro pela aproximação de finados, vou postar algumas fotos, me superei, desci 296 degraus para ver uma lagoa azul dentro de uma gruta, foi em dificil mas eu consegui, flutuei em um rio chamado prata, um aquário natural maravilhoso, ver os peixes passando bem perto de nós, quase podendo tocá-los foi uma experiência maravilhosa, também desci de bote em algumas cachoeiras, foi bem gostoso, passei dia de finados bem, só me deu uma crise muito forte de choro no domingo quando chegamos em um balneário que quase 300 peixes nadam em nossa frente, em nossos pés, aí vi muitas crianças brincando, sentei dentro da água e chorei por quase 01 hora, e todos aqueles questionamentos de mãe veio na minha mente, porque não tive a oportunidade de viver com meu filho, porque ele não teve a chance de viver como as outras crianças, enfim, vários pensamentos irracionais, mas me levantei e mais uma vez consegui superar e terminei o dia muito bem, acho que esta crise se deu porque quando eu estava dentro do carro indo para este balneário, o filho de minha prima de 08 anos estava atrás comigo e ele colocou o óculos de sol dele e por uns instantes tive a certeza que meu filho estava ali, senti muito forte a presença dele, porque ficou muito nítido em minha mente uma vez que fomos para a praia e ele usou um oculos de sol que comprei para ele, o menino se parecia muito com ele, e em vez de aproveitar aquele momento e abraçá-lo, eu me virei do lado e chorei, acho que deixei passar uma oportunidade de curtir a presença, choro muito pela ausência e eu poderia curtir mais a presença dele quando eu o sinto perto de mim, mas a gente vai aprendendo aos poucos. Valeu a pena, a natureza é maravilhosa. Minha saúde está bem, meus exames deram tudo bem, agora vamos ver os  exames do papai, estou preocupada com isto. Mães que perderam seus filhos, quando sentirem a presença de seus filhos através de algo ou alguém curta a presença e não se desespere pela ausencia. tenham paciência com vocês mesmas, o luto é diferente para cada pessoa, cada uma tem seu tempo, tenham paciência com vocês, é uma lição que estou aprendendo agora.

7 comentários:

Anônimo disse...

querida assista o filme depois de partir e outro que é uma lição de visa chamado em nome do filho muito bom e me ajudou a ter mais fé,gosto muito de voçê até mesmo sem te conhecer,Deus te abençoe...

Anônimo disse...

Mães assistam ao filme reencontrando a felicidade

Anônimo disse...

Sempre entro no blog pra ler as mensagens e me solidarizar com todas as mães que passam pela mesma dor que eu. Todas nós sabemos que temos que superar isso,arrumar um jeito de ir tocando a vida sem nossos filhos ,mais tem momentos que bate uma saudade tão forte tão arrazadora que não consigo me conter e choro muito pela ausência sem fim que tenho pela partida do meu Felipe.Parece que qd estou na rua ,derrepente passa um jovem tão semelhante a ele que dá vontade de ir atras para pedir nem que seja um abraço ,mais sei que não posso me deixar levar pela emoção assim. Não sei se acontece com vcs pq direto eu passo por essa experiência .Quantas mortes trágicas tem acontecido e quaze todoas são com jovens no auge de suas vidas. Hoje eu estou muito saudosa ,fico muito triste pq não sonho com meu filho ,e se isso acontecer eu vou ficar melhor,já pedi muito pra Deus ,mais acho q ainda não é a hora .Poeque será que nós mães não sonhamos com frquência com os nossos filhos? Muitos amigos dele vem me contar lindos sonhos que tiveram e chego até ficar c raiva por não acontecer comigo.Puxa vida apenas queria vê-lo novamente,dar um abraço ,beijá-lo pois qd o meu pai faleceu depois de dois meses eu tive um sonho fantástico c ele,parecia real até hj lembro de cada detalhe.Não ta sendo fácil conviver c isso ,e deixo o meu abraço à todoas as mães e pais que colocam os relatos de suas dores aqui nesse blog e um abraço especial a vc Ivonet ,que Deus te cubra de muitas bençãos e saúde.Enedina

Eveline Carvalho disse...

Querida Enedina, amei ler seu comentário e me identifiquei muito com o que vc falou. 1 beijo eveline (www.ielnossoanjo.blogspot.com.br)

Lecsandra disse...

Olá Ivonete, conheci seu blog na sexta-feira, e quero te parabenizar por ser essa mulher guerreira, moro no Pará, próximo a Tucuruí, sou mãe de uma menina linda de 8 anos... eu nunca perdi nenhum filho, mas já perdi meu irmão (no dia 24/12/99) e acompanhei toda a dor de minha mãe, e hoje sendo mãe posso imaginar tamanha a dor da de uma mãe... Bom, procurando no google para ajudar uma amiga encontrei seu blog, vou contar bem rápido um pouco da historia dela, ela só teve dois filhos, o primeiro faleceu num acidente de carro aos 16 anos no dia 15/09/94, um acidente horrível e nessa época ela tinha mais um filho de 1 aninho, foi o que ajudou a viver, né? Mas no ano passado, finalzinho de março, com 17 anos foi descoberto um câncer maligno na cabeça desse outro filho, resumindo, 1 ano e 3 meses depois de muita luta e sofrimento ele veio a óbito no dia 14/06/12 com 19 anos (há 5 meses) foi muito triste, ele não sentia dor, mas foi se acabando aos poucos, deixando de andar, de segurar as coisas, de falar, etc... vejo o sofrimento dos pais, o pai dele é avô do meu marido, mas sendo mãe, imagino que a dor dela seja bem maior, nós somos mulheres, fomos taxadas se sexo frágil, pois somos muito emotivas, amorosas... e tentando ajudar um pouco mais nesse sofrimento deles cliquei no google e achei seu blog (chorei muito ao ler a sua história), e hoje vi que você escreveu um livro, e eu gostaria de comprar pra dar de presente pra ela, pois pra ela ler seu blog não irá conseguir, mas seu livro será de muita ajuda para ela. Me diga como posso adquirir seu livro? Nasci no estado do Paraná mas moro no Pará desde os meus 6 meses de idade, amo meu Pará e sou apaixonada pelo Paraná, no mês que vem estarei aí visitando minha sogra, cunhada, tios, primos, sobrinhos... Me responda sobre como adquirir seu livro. Um abraço bem apertado, e que Deus continue te iluminando para ajudar as outras mães, pois como você disse, algum propósito você tem nessa vida, com a perda do seu filho, então faça valer a pena tudo o que você faz para ajudar as pessoas.

Alessandra Pereira disse...

é o meu segundo di a de finados, muito triste viu,minha princesa me faz muita falta..

IVONETE disse...

DE IVONETE PARA LECSANDRA- oi amiga, que triste, imagino o sofrimento que sua amiga esta passando, tenho certeza que meu livro vai ajudar sua amiga, tem dois sites e eu posso mandar tbem, tem o site da livraria cultura , pode comprar online e eles dividem no cartão, é so digitar o nome diario da mae de um anjo que vai achar, tem o site da editora que e www.biblioteca24x7.com.br, é mais barato e tambem vendem no cartao ou vc pode depositar na minha conta que envio para vc por correio, comigo custa 35,00 reais ja com o frete e a renda eu entrego para uma instituição sempre, nunca fiquei com um tostão do livro, mas as pessoas estao gostando do livro, ainda continuo escrevendo no blog e recebo mtas visitas porque falo de tudo, se vc precisar de algumas mensagens tambem pode imprimir ok. Fique a vontade, se quiser escrever para meu email é ivoneteferrare@hotmail.com, um grande abraço

abraços e no que precisar conte comigo

nete

:

Postar um comentário