TRADUTOR DE IDIOMAS

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Leia agora o comentário mais recente do Blog Diário da Mãe de um Anjo.

terça-feira, 26 de abril de 2011

AS MÃES SÃO OS PORTA-JOIAS DE DEUS





Ganhei um livro da minha amiga Bebel e achei maravilhosa esta frase, se pensarmos bem, realmete as mães são os porta-joias de Deus, ele é o Ourives Celestial, pois ele pode preservar estas joias e manter o brilho, mas como ele é o Ourives, às vezes a joia precisa ser logo devolvida, e na primeira página deste livro de Adeilson Salles: Joias da Alma ele diz: Nada pode ser comparado, não existe vocabulário que permita expressar - ou definir - a dor de uma mãe no momento da morte física de um filho. Todos os sonhos, todas as esperanças cessam, uma vida que era pura alegria, repentinamente, torna-se um pesadelo incompreensível. Junto com o corpo agora inerte do filho amado, muitas mães abdicam da continuidade da própria vida. Ele nos diz que nossos filhos não precisam de nosso desespero e precisam sim de nosso equilíbrio e que a melhor maneira de aplacar a dor é através da crença no amor sem o sentimento de posse. Nossas joias vieram para enfeitar nossos dias na terra, embelezaram nossas almas e adquiriram brilho, mas elas não nos pertencem. Por mais dolorosa que seja a nossa separação momentânea, a joias precisam ser devolvidas. Que nossas lágrimas sejam apenas de saudade e nunca de revolta. Nosso filho querido se separou de nossos olhos, mas não de nosso coração e de nossa vida. Adeilson finaliza seu comentário no livro com esta afirmação que achei maravilhosa:

Mãe, nos momentos em que o desespero te fizer companhia ( e são muitos os nossos momentos com certeza ) , instigando-te ao desequilíbrio, cala teus pensamentos, abriga-te na oração, assim teu coração ouvirá e sentirá a presença do filho amado, a joia da tua alma. Não feches teu coração aos que prosseguem contigo na jornada do mundo, ama. Ele pede para não nos entregarmos as queixas, a raiva, ao ódio, ao rancor, para cultivarmos o amor para que o amor de nosso filho querido possa nos envolver de onde eles estiverem. Mãezinha, quem vos fala agora é esta mãe que tanto sofre a perda de seu filhinho querido, vamos tentar devolver de verdade nossos filhos queridos, eles precisam disto para terem paz e nós precisamos disto para crer na vida e no amor novamente, se vamos conseguir, não sei dizer, mas vamos tentar, juntas, vamos tentar.

0 comentários:

Postar um comentário