TRADUTOR DE IDIOMAS

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Leia agora o comentário mais recente do Blog Diário da Mãe de um Anjo.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

ÚLTIMO ESTÁGIO DO LUTO: LUTAMOS PARA CONFIRMAR A REALIDADE


Tirado do livro Perdas e Luto de Granger E. Westberg: Finalmente começamos a confirmar a realidade. Quando passamos por qualquer experiência de sofrimento significativa, saímos disso como pessoas diferentes. Dependendo  da maneira como reagimos a esse acontecimento, tanto podemos nos tornar pessoas mais fortes do que antes como mais frágeis , com  o espírito mais vigoroso ou mais adoentado. As pessoas cuja fé religiosa se mostra amadurecida e saudável saem dessa experiência de uma forma que as torna mais capazes de ajudar outras pessoas que enfrentam tragédias semelhantes. Existem muitas pessoas que desenvolvem uma fé mais profunda em Deus como resultado de suas experiências de dor. Aquelas que apresentam uma fé imatura ou infantil tendem a encarar a perda de várias maneiras doentias. Algumas nunca trabalham realmente o luto, e meses, ou mesmo anos mais tarde, ainda estão travando batalhas consigo mesmas. Pessoas  espiritualmente mais maduras parecem ser capazes de lutar com mais eficácia, porque são auxiliadas pela convicção de que Deus está com elas. Elas não se sentem  como se tivessem que encarar o presente e o futuro sozinhas. É importante a tarefa de nutrir a fé, porque tais pessoas demonstram grandeza ao se encontrar sob provação. As pessoas de fé compreendem que a vida jamais voltará a ser a mesma, mas começam a perceber que há muita vida a ser confirmada. E confirmar algo equivale a dizer que isso é bom.  No momento de uma grande perda,  pessoas que possuem uma fé madura dão provas de um raro senso interior de força e equilíbrio, que crescem a partir da confiança de que essa relação com Deus nunca lhes pode ser tirada. Tendo essa filosofia como base, conseguem enfrentar qualquer perda terrena, com a compreensão de que ainda assim não perderam tudo. Ainda  têm um Deus em quem confiar. Esse jeito de ver a vida faz uma diferença surpreendente na qualidade da experiência do luto. Quando iniciamos a batalha pela afirmação da realidade, descobrimos que não precisamos temer o mundo real. Podemos viver nele novamente. Podemos até amá-lo novamente. Por um momento, chegamos a pensar que não havia nada na vida que pudesse ser por nós confirmado.  Agora as nuvens negras estão começando a se dissipar e, ocasionalmente, durante breves momentos ,raios de sol passam a atravessá-las . E a esperança, baseada na fé em um Deus  que nossos pais constataram ser autêntico, uma vez mais se torna parte de nossa própria perspectiva a respeito da vida. Apesar de continuarmos  a lutar, nós confirmamos, sim, a realidade.

1 comentários:

Eveline Carvalho disse...

Amei essa postagem Ivonete. Confirma que precisamos de fé em Deus para conseguir superar a nossa perda e continuar vivendo. Um beijo

Postar um comentário